Horário de estudo

É certo e sabido que a maioria dos alunos só se lembra de estudar na véspera dos testes… e as coisas complicam-se. A elaboração de um bom horário de estudo pode ser uma forma eficaz de melhorar a aprendizagem e de alcançar o sucesso escolar.

As aulas começaram. Com elas, os TPC e a necessidade de estudar diariamente. Muitos estudantes só se lembram disso na véspera dos testes. Depois… vêm as dores de barriga. Os pais podem ajudá-los, acompanhando-os na elaboração de um horário de estudo e responsabilizando-os pelo seu cumprimento. Eis algumas regras a seguir:

– Deve ser feita uma análise cuidada do horário das aulas e de outras actividades (natação, dança, etc.). De entre os tempos livres, serão seleccionados os mais adequados ao estudo em casa.

– Diariamente é necessário fazer revisões da matéria dada nas aulas desse dia e os TPC. Por isso, essas disciplinas precisam de ser contempladas no horário de estudo.

– Nos dias em que há muitas aulas, não se pode estudar muito em casa. Por isso, as tarefas prioritárias são as indicadas no ponto anterior.

– Nos dias em que há menos aulas, podem ser previstos tempos de estudo mais longos. Além das tarefas indicadas no ponto dois, o aluno poderá executar trabalhos mais demorados, rever ou praticar matérias em que tenha mais dificuldades ou preparar-se para testes, com a antecedência necessária, distribuindo a matéria por vários dias.

– O estudo deve ser iniciado por uma disciplina de dificuldade média (para “aquecer o motor”), seguindo-se as mais difíceis ou de que se gosta menos e deixando-se para o fim (quando já se está mais cansado) as mais fáceis.

– Os períodos de estudo não devem ultrapassar os 20 a 40 minutos, dependendo da idade do estudante. Entre esses períodos deverão existir pequenas pausas de 5 minutos, durante as quais não se deve ver televisão ou jogar computador, actividades que irão quebrar o ritmo de estudo e prolongar o intervalo em demasia.

– O horário de estudo deve respeitar as necessidades do estudante. Alguns precisam de estudar mais tempo do que outros.

– O horário de estudo deve ser realista. Não vale a pena combinar estudar a uma hora em que o jovem quer ver o seu programa de televisão preferido. Claro que se todos os programas de televisão forem “preferidos”, é necessário que os pais sejam firmes.

– O horário de estudo deve ser do conhecimento de toda a família e respeitado por todos. O estudante compromete-se a estudar. Os pais comprometem-se a facilitar-lhe a criação de um ambiente de estudo favorável, sem ruídos nem interrupções.

Armanda Zenhas in Educare

Vídeos relacionados com este tema:
Hábitos de Estudo

Artigos relacionados com este tema:
A ajuda dos pais na criação de hábitos de estudo

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: